quarta-feira, 16 de maio de 2018

Desconto na Loja Thaís Melo- Produtos artesanais com até 30% de desconto!

Loja Thaís Melo - Por uma vida mais artesanal


Até o final de maio, todos os produtos da Loja Thaís Melo estarão com desconto de até 30%!

Então, aproveite para conhecer e levar para casa ilustrações bordadas, necessaires e eco-bags!

Produtos artesanais para deixar o seu dia a dia muito mais especial =)


Até a próxima,

Thaís

Costurinhas - Vestido X Blusa xadrez

Corte e costura

No último Eu Não Sei Costurar, eu falei sobre a importância de não se pular etapas na hora da costura e prometi mostrar como ficou a saia que eu estava consertando.  Como podem ver, a saia virou um vestido!

O motivo de eu ter seguido por este caminho foi o cós da saia.  Eu cortei o antigo cós sem pensar se ele casaria ou não com a padronagem do restante da saia. O resultado foi um cós torto e que me incomodava muito.  Como eu ainda tinha retalhos da saia, eu decidi fazer um vestido e tirar o cós que tanto me incomodava.

Não foi fácil consegui criar um modelo de vestido com tão pouco tecido que havia sobrado. Foi quando eu decidi usar o cós como alça!  Desta forma, restou tecido o suficiente para a frente e para as costas.


Corte e costura


A parte da frente foi feita usando o molde base de blusa com alterações nas cavas e no decote. Eu fiz o mesmo processo nas costas, mas adaptando as alças.  Depois eu uni a saia com a parte de cima e coloquei o zíper nas costas.  Para dar mais um toque de cor, eu usei um zíper vermelho.

Apesar de eu ter contornado o problema da saia e a ter transformado em um vestido, eu particularmente não gostei.  Eu achei que algo estava errado: a saia ficou rodada demais, o vestido ficou um pouco curto e, por fim, o resultado não estava funcionando para mim.


Corte e costura


Eu me senti um pouco frustrada, mas eu estava decidida a não desperdiçar o tecido e,  principalmente, não desperdiçar o tempo que eu gastei na peça. Foi quando eu decidi simplificar:  tirar os bolsos e diminuir a bainha. A saia torta que virou vestido agora seria uma blusa!

Foi frustrante e desafiador, mas eu aprendi muito com a ex-saia torta.  Eu aprendi que temos que ter paciência para costurar e que, às vezes, as coisas não funcionam como nós pensamos mas ainda assim podemos encontrar formas de solucionar os problemas. Só temos que respirar e pensar na melhor forma de resolvê-los.  

Não importa se você costura há anos ou está começando agora: tenha paciência, aprenda ao máximo com cada peça costurada e,  principalmente, aprenda com os seus erros e siga em frente =)

É isso!  

Até a próxima,

Thaís

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Eu Não Sei Costurar - O que fazer quando a costura fica ruim?

Como consertar peças mal costuradas


Eu já escrevi vários posts com dicas para se ter uma boa costura e peças com o melhor acabamento possível.  Mas eu nunca escrevi falando do que fazer quando a costura dá errado.

A costura pode não funcionar por vários motivos, mas depois de alguns erros, eu posso dizer que os principais causadores de peças mal feitas são a confecção do molde e pular etapas no processo de costurar a peça.

Em ambos os casos, eu posso dizer que a “pressa” para terminar a costura é o principal causador de erros. Por isso, eu não me canso de repetir: costure com calma e paciência =)


Como consertar peças mal costuradas


A saia que ilustra o post de hoje está há muito tempo esperando para ser consertada e em março eu decidi mexer nela.  Ela é feita de gaze de algodão (uma gaze bem mais incorporada) e eu adorei a padronagem xadrez do tecido!  Quando eu costurei a saia, eu me lembro que estava próximo às festas de fim de ano e eu queria terminá-la logo para usá-la no Natal.


Como consertar peça mal costuradas


Como consertar peças mal costuradas


Ao olhar a saia hoje, eu percebo que o problema estava nos acabamentos, ou seja, eu pulei etapas necessárias para a costura ficar bem feita e isso me custou uma saia bem acabada.  O principal erro foi querer chulear a peça depois das partes já estarem costuradas.  Por mais pressa que tivermos, nunca devemos fazer isso.  Chulear a peça depois de costurada, além de ser mais difícil, pode deixar a peça torta e foi justamente isso que aconteceu com a minha saia.

A única maneira de consertá-la foi desmanchá-la completamente.  

O Eu Não Sei Costurar de hoje é para reforçar não apenas a idéia de costurar com calma, mas também para mostrar que não devemos pular as etapas da costura.

Por isso, não esqueça: criar o molde, riscar o tecido, cortar o tecido, chulear a peça e costurar!

No próximo post eu mostro para vocês o resultado do conserto da minha saia =)

Até a próxima,

Thaís

Para saber mais:


sexta-feira, 27 de abril de 2018

Galeria9 - Ilustrações e fotografias de artistas independentes

Ilustrações Thaís Melo

No ano passado eu conheci a Galeria9 através de uma postagem do site Follow the Colours e no mesmo instante eu simpatizei com a proposta deles!

A Galeria9 é uma plataforma onde artistas independentes colocam seus trabalhos (pinturas, desenhos, ilustrações ou fotografias) para serem comercializados. A cada obra vendida, o artista recebe uma comissão e a Galeria9 se responsabiliza pela impressão e entrega.

Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9


Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9



Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9


Agora, que eu tenho mais de seis meses de ilustrações e desenhos meus na plataforma, eu decidi escrever este post para falar um pouco sobre a minha experiência na Galeria9 e, quem sabe, mostrar para quem desenha, profissionalmente ou não, mais uma possibilidade de expor seus trabalhos para o mundo.


Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9

Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9

Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9

Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9



Colocar seus trabalhos na plataforma é bem simples. Basta você abrir uma conta e montar a sua galeria. Os desenhos ou fotografias devem ser enviados seguindo um padrão de tamanho e resolução, mas a plataforma tem templates prontos que deixam tudo bem mais simples.  Outro ponto interessante é que você pode escolher entre duas formas de venda da sua arte: direitos exclusivos a Galeria 9 ou concessão dos direitos. Caso você escolha dar exclusividade a Galeria9, você recebe até 30% do valor vendido. No caso de concessão dos direitos, a minha escolha, você recebe 15% de comissão e também pode expor sua arte em outros lugares.  Toda vez que uma arte sua é vendida, você recebe a notificação através do seu e-mail e na sua conta aparece detalhadamente o valor do quadro vendido, a sua comissão e a data de recebimento. Eu fiquei surpresa com a clareza e simplicidade que todas as informações são passadas.

Ilustrações Thaís Melo
Galeria 9


Além de você conhecer o trabalho de artistas independentes, a Galeria9 disponibiliza consultoria com arquitetos para que você escolha direitinho a arte que melhor combine com o seu espaço.

Então, se você desenha, ilustra ou apenas gosta de apoiar e conhecer o trabalho de artistas independentes, não deixe de conhecer a Galeria9!

Até a próxima,

Thaís

Para saber mais:

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Costurinhas - Como reformar um vestido com tingimento e uma boa bainha

Como reformar vestido antigo

Como vocês sabem, eu sou a favor de criar!

Qualquer um pode criar. Um desenho, um bordado, ou transformando o que já existe em algo novo. Na cozinha, por exemplo, criar é olhar para alimentos e transformá-los em refeições. Pensando nesse conceito, ao pegar uma peça de roupa que você não gosta mais e transformá-la em algo novo, nada mais é do que criar!

Muitas vezes, esse criar não precisa ser nada tão complicado, basta uma boa bainha ou um pouco de tinta para mudar tudo.  Foi exatamente isso que eu fiz com esse vestido!

Como reformar vestido antigo
Antes

Ele é feito de viscose e cortá-lo foi a primeira coisa que eu fiz depois que eu o usei pela primeira vez. Para eu andar, eu tinha que segurá-lo, pois ele prendia muito os movimentos das pernas. Apesar da estampa ser bem bonita, rosa não é a minha cor favorita.  Para ele ficar do jeito que eu gosto, eu decidi tingi-lo!

Como reformar vestido antigo
Depois


A cor escolhida foi azul-marinho. Como vocês podem ver,  o tingimento não cobriu a estampa, nem o tom rosado do tecido, mas eu tinha tudo isso em mente ao fazer o tingimento.  Quando tingimos tecidos estampados, temos que levar em conta que tingimento não cobre estampa. Ao ver o tecido depois de tingido, a cor azul levemente rosada acabou me conquistando =)

Tem um vestido ou uma saia que estão parados no seu armário? Que tal criar algo novo com eles?

Até a próxima,

Thaís


Para saber mais:


terça-feira, 17 de abril de 2018

10 dicas sobre lavagem e manutenção para suas roupas ficarem como novas por muito mais tempo.

Dicas para manutenção e lavagem de roupas

Uma das grandes vantagens de eu ter começado a costurar foi aprender a cuidar melhor das minhas roupas.

Na verdade, eu sempre tive um certo cuidado com elas, mesmo quando era adolescente. Eu achava que separar as peças em cores claras e escuras na hora de colocar na máquina de lavar fosse o suficiente para manter as minhas roupas com aquele aspecto de novo por mais tempo.  Hoje eu sei que isso é apenas o básico. Depois de aprender um pouco mais sobre tecidos, escutar as dicas da minha avó e ler sobre o assunto pela internet, eu consegui desenvolver um método de lavagem que, além de relativamente simples, tem mantido minhas roupas em bom estado por muito mais tempo.

Observe se a sua roupa realmente precisa se lavada após cada uso.
Este pode ser um tópico polêmico, mas analisar melhor se minhas roupas precisam ser mesmo lavadas após cada uso, além de facilitar a minha rotina, tem preservado muito as minhas peças.  Eu, por exemplo, cresci acreditando que eu tinha que lavar cada peça de roupa após cada uso. Hoje, eu percebo que isso não é necessário. Aqui cabe o bom senso de cada um. Fez muito calor? Você transpirou muito? As roupas estão com sujeiras aparentes? Nesses casos, elas serão lavadas. Caso contrário, eu penduro a peça em um cabide, passo um desodorante de roupas nela e a deixo “respirar” por uma noite. Pronto! A peça está pronta para ser usada novamente.

Aprenda a admirar os poderes de um desodorante para roupas.
Eu comecei a usar essa dica este ano e foi uma grata surpresa! Ele não mancha as peças, elas não ficam com cheiro e é uma ótima forma de “refrescá-la” depois que foi usada. A receita que eu uso é essa aqui:


Um fator importante é que o vinagre e o bicarbonato são desinfetantes naturais! Uma forma natural e simples de manter suas roupas sempre limpas. Não se preocupem, a roupa não fica cheirando a vinagre.

Use menos sabão ou troque por um sabão mais delicado.
Sabão em pó ou sabão líquido podem prejudicar e muito as suas roupas. Com as lavagens constantes (normalmente na máquina de lavar), o sabão pode ajudar no desgaste do tecido, ou seja, sua roupa fica mais propensa a furinhos, perde o brilho das cores e ainda pode sofrer deformação do tecido.  Para mim, a melhor maneira de amenizar o problema foi trocar o sabão comum por sabão de coco. Mas se você apenas usar a metade do que você costuma usar normalmente, já fará grandes diferenças.

Separe as peças de roupa por cor e tecido ao lavá-las.
Além de separar as roupas por cor, pense em separá-las por tecido também.  Quando misturamos peças mais delicadas com peças mais robustas, o atrito entre elas na máquina de lavar faz com que o tecido sofra com o tempo e acabe desgastando muito mais rápido.

Não lave calça jeans na máquina de lavar.
Essa é uma dica da minha avó. Ela sempre me falou que a máquina de lavar “come” o jeans. Eu confesso que não fiquei muito animada em seguir esta dica a princípio, até ganhar uma calça jeans que eu realmente adorei. O meu sentimento com relação a ela é que ela dure para sempre e, para isso, eu precisaria cuidar bem dela =)

Foi quando eu encontrei pela internet dicas que para manter a calça jeans em bom estado  você deve lavá-la o mínimo possível e usar produtos menos abrasivos. Atualmente eu lavo as minhas calças da seguinte forma: deixo-as de molho em uma mistura de vinagre, sal e água por pelo menos 1 hora.  Depois lavo-as com sabão de coco, manualmente. Nos dias que não quero lavar à mão, eu as lavo com sabão de coco, sem centrifugar e pelo lado avesso na máquina de lavar. Deixo-as secar sem torcer e sempre à sombra. O vinagre e o sal, como já comentei nesse post aqui, ajudam a segurar a cor da peça, além de limpá-la muito bem.

Vinagre e sal, uma mistura surpreendente.
Eu escutei essa dica em um podcast recentemente que falava sobre tecidos. Eu testei essa dica e fiquei impressionada como essa mistura limpa as roupas.  Eu a tenho usado como pré-lavagem das peças e tenho gostado muito dos resultados! Mesmo usando o vinagre, as roupas não ficam com cheiro.

100 ml de vinagre branco (eu uso o de álcool) para cada 5 kg de roupas
3 colheres de sopa de sal.

Coloque a mistura na água e deixe as roupas de molho em média por 30 minutos. Esta é a quantidade que eu uso para lavar as minhas calças jeans.

Uma vida sem amaciante.
Eu já tinha lido sobre a substituição de vinagre por amaciante há algum tempo, e eu já fazia o uso disso, mas eu não sabia o que o amaciante faz com as roupas.  Para as roupas ficarem “macias”, o amaciante deforma as fibras do tecido. Fibras deformadas resultam em peças envelhecidas muito mais rápido. Pense em trocar o seu amaciante por vinagre.

Leia a etiqueta das roupas.
Ler a etiqueta das roupas não é algo importante apenas para saber o material da peça, mas para entendermos como aquela peça deve ser lavada, a que temperatura ela deve ser passada, ou se ela pode ser secada na máquina de lavar ou não.  Ler as etiquetas ajuda e muito a manter as suas roupas novas por mais tempo.

Trate bem as suas roupas.
Essa é uma dica que pode parecer “boba”, mas precisamos aprender a tratar bem as nossas roupas. Para algumas pessoas, roupas são só roupas, mas são elas que nos protegem do calor e do frio, mostram ao mundo um pouco da nossa personalidade e por isso elas devem ser tratadas com respeito. Esse conceito só passou a fazer parte da minha vida depois que eu comecei a costurar. Eu acredito que vestir peças feitas por mim, entender como funciona a confecção, etc, me proporcionou a oportunidade de ter mais respeito pelo que eu visto. Então, eu não deixo mais as minhas peças espalhadas ou amontoadas dentro do meu guarda-roupa, ou jogadas em qualquer lugar. Esse cuidado extra, que veio com o tempo, me faz ver que as roupas duram mais tempo.

Não se estresse! Cuidar das suas roupas não deve ser estressante, por isso, um passo de cada vez.
Cuidar das suas roupas não deve ser um fardo, mas um cuidado extra com você mesmo. Por isso, faça as mudanças que você achar necessárias ao seu tempo, caso ache necessário fazer mudança, e curta mais as suas roupas!

Vocês têm alguma dica de como cuidar melhor das roupas?

Eu espero que tenham gostado e até a próxima,

Thaís

Para saber mais:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...